25 dezembro 2006

Natal


o consigo imaginar um Deus cansado. A minha imagem do Céu é ver o Pai a correr durante todos os dias da eternidade para que nada falte aos seus filhos. Desde sempre Ele foi assim, até é excessivamente preocupado, uma milésima parte do que ele já fez seria tudo o que nós precisamos para ser felizes. Nasce o sol, surgem as estrelas, chove, e os campos pintam-se com as flores. Criam-se vidas e obras, ganham-se laços, é tudo tão cheio de perfeição.


E os homens fecham os seus braços… estão ocupados a olhar para as próprias estradas e o coração fica do tamanho de uma casa ou de um escritório. Vive-se numa só rua, ou num único número de telefone. São as coisas essenciais? No tempo dos homens, parece que sim.

E este Deus a correr na eternidade não quis esperar mais… Fez as malas, apanhou o primeiro comboio. Destino: Belém. E chorava durante a viagem, alargava já no coração o abraço gigante que não podia suportar mais que não pudesse dar. Contou os milénios, os séculos, os anos, os meses, os dias… as horas...


Chegou. Fechou os olhos e abriu os braços, para fechar neles todos os homens de todos os tempos. Abriu os olhos. Estava frio e começou a chorar. Uma jovem mãe acariciou-lhe a face. Era muito bonita e tinha os olhos brilhantes com lágrimas. Adormeceu no seu regaço.

PS: Desejo um Natal vivido neste abraço de Deus com o Homem. Rezo por todos os que me acompanham neste Blog e agradeço todo o apoio e entusiasmo manifestado. Feliz Natal! =)

4 comentários:

elsa nyny disse...

Que linda mensagem!!!
Obrigado!!!

Feliz Natal!!!

:))

Tchivinguiro disse...

Feliz Natal,
António Valério.
Beijinhos.

Obrigada pelo teu "presente" de hoje.

Muito feliz 2007

Anónimo disse...

António,

gostei muito do seu post de hoje, fez me imaginar o nosso Pai a correr atrás de cada um de Nós preocupado com tudo e mais alguma coisa, tudo por Amor, é impressionante o que Ele faz por nós.

Um grande beijinho em Cristo e Feliz Natal!

An@ disse...

=) gostei!

 

Cidade Eterna © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates