31 outubro 2008

Optimismo



Acreditar no bem que somos capazes. Uma visão cristã da pessoa humana terá de ser optimista. Sem querer ser com isso ingénua. De facto, na nossa vida pessoal, sentimos a força das nossas fragilidades, a ponto de bloquearem os nossos processos de crescimento.

Ser optimista, sem ser ingénuo, não é fazer de conta que não há partes de nós que pouco têm a ver connosco, são coisas de fora que nos marcam e nos prendem. A nossa parte mais autêntica é aquela que nos pertence desde o início, a que afirma ser cada respiração o mesmo sinal de amor e entrega. Porque é vida e somos vida, somos bem.

E em cada dia este optimismo radical faz-nos sorrir com os nossos gestos concretos de actuação da nossa Bondade. E acontece muitas vezes. Se estivermos radicados nisto, a consequência é uma paz e alegria profundas, confiança total em nós, e não vamos sendo arrastados pelo que não nos pertence, ou porque temos pressa, ou errada fantasia, ou simplesmente medo de amar como deveria ser.

3 comentários:

Carl@ Mesquita disse...

Nos dias em que a fragilidade é conhecida, à forças descobertas no caminhar de cada passo... Simplesmente numa entrega com optimismo e simples gestos marcados pela grandeza do amor e da bondade.

Com fé, amizade e muito carinho Beijinho :-)

Carl@ Mesquita disse...

Acreditar no ser capaz, construir o bem, crescer de cada gesto ou palavra.

A milhas de distâncias, o bem que partilhas, a alegria, a força e a Fé que transmites, mesmo na ausência, pertences a cada um de nós...

Com saudades... do people, dos espaços, de Fé e de Amizade, completados pela TUA companhia,

Da "Pérola do Atlântico" para a "Cidade Eterna" um largo abraço, Kita.

P.S.: Ficou bonita a tua nova apresentação do blog... Bem, claro! Isto de estar no 'Império Romano' tem as suas conquistas;-)

Antonio Valerio, sj disse...

Olá Kita! =) que saudades! obrigado pela visita e pelos comentários. Vi o teu blog, é mm teu, parabéns! Beijinho muito grande*

 

Cidade Eterna © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates