08 outubro 2008

Entregar-se


A entrega é já uma palavra habitual... como tantos desafios fundamentais da alma, custa ouvir chamar entrega - e por vezes sou o primeiro a dizê-la - a muitas experiências que têm a pretensão de significar isso, mas que não passam de emoção à flor da pele ou simplesmente o encontrar uma palavra profunda que dê um toque especial à ocasião.

A entrega é algo sério... e como todas as coisas sérias, é simples e é profundamente alegre. A entrega é uma espécie de compromisso para toda a vida. Significa que à minha frente tenho uma pessoa ou uma situação que merece o meu respeito. E mais que isso, que merece que se dê a vida por isso.

Quando alguém descobre um motivo para derramar o sangue e a alma, com todas as consequências, é uma pessoa profundamente feliz. Aí sim, poderei dizer o que é entrega, quando é uma felicidade entre Eu e Tu, duas mãos que se dão para não se largar mais, dois passos que começam a andar sem olhar para trás.


2 comentários:

Carolina disse...

Se calhar é essa intensidade de "entrega" que tou a buscar. Nas pequenas coisas e sobretudo, nos desafios mais dificeis que Deus me faz. Amanhã vou começar EE, e espero me entregar profundamente, "derramar o sangue e a alma" e ser cada vez mais feliz... Um beijinho bem grande para ti Valério. E mais uma vez, obrigada! :) Carolina (INA)

Antonio Valerio, sj disse...

Olá Carolina! Já tenho visto o teu blog e gosto mesmo muito! Rezo por ti e sobretudo por estes EE. Que seja um tempo de uma entrega muito feliz! Beijinho

 

Cidade Eterna © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates