18 outubro 2008

O que há para receber?



Estou a ler as obras completas de Teresa de Ávila... não sei como me poderia exprimir, é uma sensação quase esmagadora de ler algo escrito por alguém de uma potência extraordinária. Não me lembro de ter lido algo assim... enfim, mexe comigo, definitivamente....

Falando da perfeição do amor... o bem que fazemos a quem amamos, de quem somos amigos. Em muitas amizades há tanto de dar como de receber. Outras é mais dar que receber. Talvez na maioria das minhas amizades há mais receber que dar? Onde está o centro do meu amor?

Amar perfeitamente é amar num amor maior, é criar e fazer o bem através de depositar totalmente os seus efeitos no próprio movimento da Gratuidade. Que a recompensa última é o que Deus faz através de mim e da minha amizade. Pensando mais a sério, não há nada mais simples que o Amor. Tal como ele é. Mas como diz Teresa: este amor muito poucos o têm... e se o tiveres, agradece, é um dom enorme.

4 comentários:

nokas disse...

Nasceste para ser grande!:)
Obrigado Valério. Beijinhos.
Ana Martins

Pequena irmã em Cristo disse...

Há algum tempo que não passava por aqui. Valeu a pena a mudança de visual!

Continuação de boa leitura!
S. Teresa tinha de facto um coração grande. Que ela nos torne sempre e cada vez mais perfeitos no Amor!

Abraço em Cristo

Antonio Valerio, sj disse...

oláaaa Nokas! =) que saudades! beijinho mt grande***

Rosa disse...

Teresa de Ávila
Mulher admirável.
Devo confessar que não li todas as suas obras.
No entanto admiro a sua vida dedicada totalmente a Deus e há igreja.
O seu amor dedicado e desprendido.
É difícil, ou mesmo impossível algum dia (ser) sermos, ou (ter) termos um amor assim.
Vamos em cada dia fazendo o esforço possível para darmos e merecermos o "recebimento" dum amor assim.

António, fique bem
Abraços

 

Cidade Eterna © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates