04 outubro 2008

Contemplação


Um olhar contemplativo vê a realidade para além do sensível. Descobre um elemento de eternidade que liga o Homem à Natureza e o faz perceber-se como parte de um universo levado pelo Amor até à incompreensão. De facto, o grande desafio de um contemplativo é encontrar o dedo de Deus em realidades que não o mostram claramente. Talvez até o escondam.

Sobretudo em realidades de escuridão pessoal, verdades que teimam em não ser postas à luz do dia, porque deformam imagens de perfeição que nada têm a ver, no fundo, com as mãos que as podem modelar.

Um contemplativo não foge do que é, e sonha com o facto de acreditar que tudo tem um rumo que arrasta para coisas bonitas, grandes e cheias de cor e bondade. Por isso, o contemplativo é corajoso, é humilde, é extraordinariamente simples, porque não é ingénuo. Sabe de que matéria é feito.

2 comentários:

Missé sj disse...

Muito obrigado. Continua a deixar que Deus fale, enquanto escreves. abraço grande, oh romano ;) saudades

Te disse...

Nesta dia tão especial p mim, este texto é um belo presente. Obrigada!!! Um abraço fraterno

 

Cidade Eterna © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates