14 novembro 2006

Avó Emília

Hoje lembrei-me da minha avó Emília, que já está no Céu. O último contacto que tive com ela foi o seu postalinho de aniversário, a dar-me os parabéns pelos meus 16 anos, quando eu fazia 17! =) Morreu poucos dias depois...

É a pessoa mais próxima a quem posso pedir ajuda quando preciso. Sempre a recordo viva, faladora, comprometida em tudo o que fazia. Tão simples no seu modo de ser, tão grande no acolher quando íamos visitá-la pelo menos uma vez por mês à sua casa, perto da Covilhã. E a alegria que ela tinha por eu querer ser padre. Nunca me viu como Jesuíta, agora sinto-a como fazendo parte da minha vocação.

E isto faz-me pensar e rezar nas ausências da minha vida. E de como se pode ir vivendo com a dor e a saudade de não termos quem amamos sempre ao nosso lado. As que já partiram e as que ainda cá estão e que vamos deixando de ter contacto. E não é de todo uma experiência triste.


É olhar para um céu bonito e perceber que memórias não são coisas perdidas, são lugares de encontro com existências felizes que nos completaram e nos completam eternamente. Olho este céu e alegro-me sem rir, e consolo-me nesta certeza de ser verdadeiramente Amigo, Companheiro, Filho, Irmão e Neto.

8 comentários:

Mahesda disse...

Os olhares que nos olham do CÉU e de LÁ acompanham cada passo nosso são uma força para seguir em direcção à PLENITUDE, à FONTE de TODO o BEM. Uma boa despedida dos teus 28 OUTONOS, quão amadurecidos, replectos de sentido e profundidade, alegrias, dificuldades, dúvidas, mas, também, certamente, "inundados" de muitas bênçãos e graças celestais.
Felicíssimas entradas para os teus 29 Outonos - idade que inauguras e festejas amanhã (dia 15) - para um ano prometedor, entusiasmante, com todos os desafios futuros. Que seja ELE a fazer cada coisa em ti e por ti e que tu continues a deixar-te afeiçoar e "apanhar" por ELE.

Mahesda disse...

Porque tu és importante e hoje é um grande dia, aproveito a boleia do teu próprio blog para te felicitar e dar-te os parabéns, agradecendo, com ELE, o dom da tua vida. PARABÉNS VALÉRIO. DIA MUITO FELIZ. Beijinho.

Mahesda disse...

Que o dia 15 de Novembro se repita contigo vida fora e por muitos e alegres anos.

Mónica disse...

Valério, eu tb lhe queria dar os parabéns pela sua vida, q hoje, celebra!
Obrigada por partilhar connosco as suas emoções, pensamentos, espírito crítico, luzes, inquietações, experiências do dia-a-dia e as impressões digitais q deixam na sua vida interior!!
Obrigada pela companhia q me faz e pela imensa beleza q as suas crónicas deixam transparecer...
(E, obrigada, tb por aconhecer e admirar o trabalho do FASrondas! É bom sermos "loucos" por darmos a nossa companhia a quem tem pouco por fora, mas, tem TUDO lá dentro... :-) ).

Cláudia disse...

Valério, este é o meu "postal" de aniversário... aproveito este cantinho para te deixar um beijo de parabéns... por sugestão do Sérgio Diz Nunes e também da Suzana, tenho espreitado este teu "moleskine" e tenho-me deliciado com as tuas crónicas... também com elas me vou lembrando da tua passagem por Braga e pelo CAB... e com elas vou dando graças pela tua vida... que tenhas um dia especial!

Valery disse...

Pois é meu irmão... também eu dou por mim a pensar muitas vezes na nossa avó... na maneira dela ser, a energia que ela tinha e com que defendia as suas ideias...
Como sinto a sua falta! Falta essa superada por essa mesma sensação de que ela continua a fazer parte das nossas vidas, pelas suas recordações, pelas histórias que nos contava e por tudo o que nos ensinou e que nos ajudou a crescer e no seu contributo para nos tornarmos naquilo que hoje somos e seremos no futuro...
Cada dia que passa agradeço a Deus por todas as pessoas que coloca no meu caminho e que me ajudam a tornar-me cada vez uma pessoa melhor e obviamente tu és uma dessas pessoas... Agradeço-te por tudo...
Um grande abraço do teu irmão

Anónimo disse...

ola. Irmão também já perdi os meus entes queridos: o meu avô, a minha avó e o meu querido pai. O meu avô que o recordo de quando ele ia ao infantário e me dava umas caixas cheias de pintarolas.Hoje sou eu que dou aos meus primos porque quero que esse acto nobre nunca acabe. Fazendo assim uma familia unida e forte e que não nos esquecemos uns dos outros .Ele partiu a dois anos era uma pessoa que contava muitas e belas historias e que escreveu muitos livros que não puderem ser publicos dado que ele não tinha forma de o fazer devido a falta monetaria. Era um homem muito nobre e simpático. Vi o pela última vez a contar a história de como ele era enquanto professor no após 25 de abril e as reformas que se sucederam. A minha avó Maria do Ceú que era um anjo de pessoa. Mais recentemente o meu pai um homem doce que teve problemas mentais que lhe estragaram a vida e que o afastaram da familia e do bem. Mas sei que deus o perdoou visto ele estar doente. A última vez que estive com ele foi pouco tempo depois de eu fazer 16 anos....compramos muita coisa e comemos um gelado em Barcelos. Hoje vou fazer 18 daqui a um mês. Lembro me com muita saudade mas de uma forma carinhosa. Acho que a pesar de tudo ele foi e é um grande Pai. Agradeço ele ter me trazido a este mundo...ter me ensinado a andar, a comer, ter estados nas minhas festinhas, ter me ajudado a estudar matemática e principalmente o carinho que ele me dava. Em homenagem a ele que faleceu o ano passado...eu fiz o crisma que ja estava maracada no dia da missa do sétimo dia. Ainda hoje sinto que ele me leva ao colo. Eu era a sua menina a Babi. Em homenagem a ele todos os meus familiares e amigos chegados chamam me por babi. Eu sei que eles onde estão...lá em cima no ceú velam por nós, nos amam e nos protegem das entemperias da vida. Eu sinto os bastantes presentes e penso muito mesmo no meu pai. Tudo me tem corrido basatnte bem embora, o ano passado tenha deixado a escola mas a seguir fui fazer voluntariado no ipo e na casa das irmas imaculadas de santa Vicenta Maria no Porto. Tenho verdadeiros amigos e hoje em dia faço parte do grupo de jovens de santa Vicenta Maria onde conheço a Lara. Ou seja a vida corre me cada vez melhor. Agora sei que estou no caminho certo e que eles estão no ceú a ajudar - nos. Digamos um VIVA as suas almas, ao que fizeram por nos e façamos tudo por caminhar num caminho certo e do bem para um dia nos juntarmos a festa de Deus e aos nossos ente queridos que já estão junto dele...no eterno acampamento como dizemos nos escuteiros. Beijos da Bárbara

Antonio Valerio, sj disse...

Olá Barbara! Obrigado pelo que escreveste e pelo que partilhaste. As pessoas queridas que partem deixam-nos sempre um vazio que se vai enchendo pouco a pouco de memórias e agraecimento. Apesar de nem sempre ser fácil lidar com esta esta distânia. E vamo-nos juntando na alegria que sabemos que os nossos entes queridos já vivem, esta é uma enorme consolação. Gostei muito de ler o que contas e acompanho-te na amizade e na oração. Um beijinho muito grande

 

Cidade Eterna © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates