22 fevereiro 2007

Viagem da cor


Onde se perde e onde se encontra a cor? A cor dos olhos é profunda, a do céu é grande. Gosto de cachecóis coloridos, parece que aquecem mais.

As cores de uma igreja à luz das velas são laranjas claros e escuros. Hoje vi um carro azul claro, era bonito.

Nunca contei os verdes da paisagem de uma montanha, talvez não seja possível reparar em todos... e mudam com as horas e os meses.

Passam as cores, mantém-se aquelas que são as mais vivas. Não gosto de sonhos a preto e branco. Gosto mais de os ter coloridos, mesmo que sejam árvores vermelhas e relva azul, com um urso polar amarelo, no centro. No fim de contas, a Vida é mesmo genial se a quisermos ver com a criatividade de Quem um dia pôs as cores no mundo.

3 comentários:

Tiago Madeira disse...

Bonita Essa Cor que há em ti que também nos vai dando a cada toque um pouco de Vida.
Obrigado Irmão por tudo.
Abraço eterno.

Anónimo disse...

eu também acho que os cachecois coloridos aquecem mais:)mas a mim sao amigos que têm sonhos com «árvores vermelhas e relva azul, com um urso polar amarelo, no centro» que deixam o meu coraçao mais quentinho e reconfortado... bjinho luz

Nome: Diliana disse...

Sem dúvida que a vida a preto e branco não é tão bela...é incrivel como nos são dadas tantas coisas, como por exmplo a cor..as texturas..
por isso é que é urgente colorirmos a vida...
Beijinhos Diliana(naspequenascoisas.blogspot.com)

 

Cidade Eterna © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates