13 maio 2007

Comunhão


Hoje foi o dia da Primeira Comunhão do grupo de crianças que estive a preparar ao longo do ano, no Colégio dos Jesuítas de Roma. Um acontecimento de chegada ao fim de um percurso de alegria e paciência, mas ao mesmo tempo o início de uma consolação visível em sorrisos e abraços agradecidos de quem recebe tão simplesmente Jesus na sua Vida. Como só as crianças o sabem fazer.

E dois momentos de contraste, de profundidades tão iguais. Passar pela festa de uma das meninas, com a família, num ambiente de grande alegria. E meia-hora depois, estar no quarto de hospital a visitar outra menina, que partiu ontem a perna e não pôde hoje fazer a primeira comunhão.

A menina a quem fui à festa, dizia: senti Jesus tão próximo e senti-me tão emocionada. A menina na cama do hospital, dizia-me: Assim vejo como tenho tantos amigos e pessoas que gostam de mim, porque tenho tantas visitas e tantos presentes.

Comunhões com Jesus em modos tão diferentes e tão plenos. Como só as crianças o sabem fazer.

2 comentários:

mary* disse...

As crianças são belos tesouros de Deus e nos ensinam muito. Aiai...Se nós soubessemos o quão importante é não as ferir com a nossa maldade e lapidá-las o mais possível para que creçam assemelhadas a Jesus... Quem me dera ser estudante de padre para poder estar com essas crianças =P!
Preparar as crianças para a primeira comunhão é uma linda responsabilidade António! Espero que tenha sido um momento de alegria para ti!
É preciso crianças fortes, revigoradas pela graça daquele que sempre as acompanha e as olha com carinho especial - Jesus!

Abraço

J disse...

António,

Como e bom ser criança. Relembro o dia da minha Primeira Comunhão, a alegria, o excitamento a expectativa de O receber no meu coração.

Um grande beijinho em Cristo

Estas crianças tem muita sorte em ter te junto delas.

 

Cidade Eterna © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates