10 maio 2007

Coisas que se sabem


Sei que não estou sozinho, quando olho o horizonte. É uma sensação de poder fazer uma vida assim, sem grandes planos, entre um presente intenso e um futuro que cada vez mais se esforça por não ser concreto.

Falava ontem com um amigo que a melhor coisa que pode acontecer é deixar de lado grandes expectativas e manter um espírito de ir querendo acertar com a Vontade de Deus.

Porque se acaba por pintar paisagens que acabam por ficar nos quadros da fantasia, quando os nossos passos acabam por ir ao encontro de outros novos lugares.

A dinâmica do futuro nasce da liberdade presente. De querer começar já a caminhar, com os pés no céu, amando tudo o que acontece comigo. Sem me prender às coisas que não me deixam livre para sonhar com a minha verdade.

O Futuro é algo que não em pertence, mas acabará por ser o meu presente mais autêntico. Tanto mais autêntico quanto o puder viver já, hoje.

4 comentários:

Luis Carlos disse...

Olá António,

Disse "manter um espírito de ir querendo acertar com a Vontade de Deus".

E eu pergunto-me(lhe). Qual é a Vontade de Deus? Ou por outras palavras. O que é que Deus quer?

Se houver uma Vontade de Deus, será que a probabilidade de acertar nela, é mais alta ou mais baixa, do que falhar?

Até já,
Luís Carlos

Antonio Valerio, sj disse...

Ola Luís! Também penso nisso muitas vezes. Tenho descoberto que na vida há uma série de opções que têm importâncias diferentes. Há aquelas de todos os dias, as decisões importantes e aquela, que eu chamo A Opção. Na vida cristã, esta opção passa pela decisão de fazer tudo segundo o olhar de Deus na minha Vida. Que depois, quando chega o tempo, se encarna numa determinada forma de vida. O que mais faz acertar com a Vontade de Deus é não deixar perder este horizonte de relação pessoal com Deus, sobretudo na oração. Depois, o discernimento faz-nos ver os passos concretos, fazer o que Deus faria... Nem sempre é fácil e óbvio, mas é possível acertar, quando verdadeiramente se quer e se faz por isso. Obrigado! =) Abraço

ana_da_lua disse...

olá
de vez em quando passo por aqui. hoje lembrei-me de parar, por escrito, só para dizer que gosto muito de te ler e de sentir a luz e a esperança na tua caminhada pessoal. também eu acho que é possível acertar com a vontade Deus. e que é importante tentá-lo sempre... (para exercitar o "músculo" do discernimento)
o futuro às vezes angustia-me... provavelmente é a falta de liberdade interior a falar mais alto... por isso treino-me a procurar ser fiel à verdade de mim e da minha relação com Deus, assim falível como sou. o futuro será "o que Deus quiser" como dizem as pessoas lá na aldeia, mas será também um presente com esperança e verdade se os meus olhos virem todas as cores e não a preto e branco.
abraço

J disse...

António,

Gostei muito do texto e da resposta qe deste ao Luis.

Tento sempre acertar a minha vonyade com a de Deus, o me caminho com o que Ele quer de mim, e entrego Lhe o meu futuro porque Lhe pertence.

Um grande beijinho em Cristo

 

Cidade Eterna © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates