04 maio 2008

Mergulho


A autenticidade tem muito de corajoso. Por vezes é muito difícil perceber o que somos e aquilo que acontece dentro de nós. Talvez porque nos habituamos a ter uma determinada imagem de nós próprios e qualquer novidade obriga-nos a mudar os nossos esquemas e rotinas.

Muitas vezes, porque o queremos, a luz de qualquer coisa nova faz tanto sentido que nem sequer olhamos às consequências. Sobretudo quando este salto tem a marca do amor e da verdade, somos coerentes com os nossos desejos mais fundo e uma luz especial ilumina o nosso olhar.

Mas quando saltamos para um escuro pouco verdadeiro, imediatamente sentimos uma espécie de medo de que algo que nos pode magoar. ou magoar alguém. O tempo diz muito acerca do que acontece quando arriscamos. Mas se há algo a que nos podemos agarrar é a nossa história de sinais completos. Não é imediato percebe-la, mas é importante parar para a reconhecer. Talvez este seja o primeiro salto decisivo.

3 comentários:

elsa nyny disse...

Felizz dia da Mãe para ti!
Que a MÃE continue a cuidar-te muitooooo!!!


bjts

R. André disse...

como é que se lê essa "história de sinais completos"? é a história que fomos traçando? por vezes é dificil perceber quais os saltos históricos que vale a pena dar, sobretudo quando parecem autênticas superações do anteriormente projectado ou deliniado por essa mesma história... Abraço

Antonio Valerio, sj disse...

Olá André! Tenho-me dado conta que estes sinais completos só nos apercebemos a sério quando vemos os frutos e temos a certeza q acertamos em coisas importantes que queríamos para a Vida. Fica sempre algo que nos constrói depois de termos sonhado e alimentado uma história concreta. Mas, por vezes, parece que a vida nos continua a apontar caminhos, às vezes tão diversos do que inicialmente supúnhamos. Mas o parar aqui significa ver diante de Deus o passado e ir descobrindo os momentos que levaram a maior paz e desejo de bem. Esses momentos tem algo a ver uns com os outros. E podem alimentar escolhas futuras. Mas fez uma pergunta muito importante, a nossa grande questão é sempre o como se faz? Obrigado pela visita!

E feliz dia da mãe Elsa! Que seja um dia cheio. Beijinho!

 

Cidade Eterna © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates