14 março 2009

Pensar positivo




É uma expressão que ouvimos um bocado por toda a parte. É uma tábua de salvação, para evitar depressões, pânico ou levar demasiado a sério problemas que não são tão sérios. E nisto vejo que é um conselho muito saudável, eu próprio o digo a mim mesmo várias vezes.


Há algo que sempre me fascinou nos nossos processos humanos de seres complexos. E muito complicados. Que há coisas que vamos aprendendo a gostar, a experimentar de vez em quando, até que comece a ser algo habitual. E um hábito começa depois a fazer parte de nós, de modo a que, no fim, um hábito acaba por ser uma atitude. E uma atitude vai sendo tão repetida e encarnada na própria Vida que depois já faz parte de nós. É um estado de Vida.


Um exemplo disto pode ser um mau hábito. Tirar coisas sem pedir licença, ou querer ser sempre o centro das atenções. Se não se estiver atento, pode acontecer que, depois de uns anos, estejamos è frente de alguém corrupto ou de alguém que usa os outros como quer. Casos extremos, mas que não é estranho que aconteça.


Se isto pode acontecer no mal, acredito que, no Bem, existe uma força maior. E é aí que uma experiência de pensar positivo possa ser um hábito, um hábito uma atitude e uma atitude um estado de Vida. É uma questão de irmos percebendo o quanto nos faz bem iluminar o nosso olhar.

4 comentários:

Ser, simplesmente disse...

A experiência de vida conta no que dz respeito ao amadurecimento de cada um, à "luz" que se faz no sentido de irmos aperfeiçoando a nossa forma de estar na vida...

Mas uma força de vontade, o querer acreditar que somos capazes "de" é metade do caminho já a percorrer...

A nossa mente tem mais contributo nas nossas formas de reagir do que o q por vezes julgamos... Resta saber lidar com a nossa própria pessoa, saber encontrar a tal MOTIVAÇÃO capaz de nos mover ao encontro daquilo que tem que ser! Porque aquilo que as vezes queremos não precisa de motivação senão quando estamos já a sentir o peso da responsabilidade e do cansaço... "o que tem que ser tem muita força"

Cumprimentos,

sol flor

Cecília disse...

Olá Val,

Saudades! :)
Obrigada pelas visitas, também tenho passado por aqui, mas de forma mais silenciosa. :)

Hoje quis dizer olá. Gosto mesmo do post. Eu acredito que muito mais que aquilo que dizemos, as nossas acções definem-nos. Para o bem e para o mal, quem nem sempre conseguimos fazer aquilo que idealizámos, ou pelo menos da forma que sonhámos inicialmente.
São os hábitos quem define a nossa postura perante a vida que temos nas mão, e isso é uma ideia "quentinha". De certa forma sabe bem saber que pelo menos nesse migalhinha do universo a escolha está nas nossas mãos. :)

Bj!* e bom domingo...

susana disse...

eu acredito muito na força do pensamento positivo. Na necessidade de entrecortarmos o nosso percurso com momentos de positividade desperta e consciente. Pautar de forma positiva a forma como percepcionamos e conceptualizamos a vida é escolhermos também nós a forma como a queremos viver.
su

Mlee disse...

Hoje em dia, faço esse esforço de forma consciente e é engraçado que, agora que penso nisso, acho que o meu blog tem vindo a acompanhar esse mutação, porque é algo que acaba, realmente, por nos transformar.
Deixar de praguejar perante a vida e ser-se positivo perante ela é também procurar e revelar o que ela tem de bom.

 

Cidade Eterna © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates