11 março 2009

Mudanças



Já não é pouco pensarmos que em determinados momentos da Vida somos desafiados a mudar coisas importantes, quem em nós próprios, quer nos ritmos de vida, lugares e relações. É um abrir de um mundo novo, alegria e esperanças misturadas com medos e sensação de estar perdido. Somos obrigados a certas ansiedades, fazem parte da vida, se não queremos ficar sempre iguais e adormecidos.


Contudo, existem mudanças que podem preparar o coração para coisas maiores. Cada dia é um dom enorme, em que posso escolher acrescentar algo de bom ao mundo, dar uma cor diferente à minha paisagem, nem que seja uma flor pequena e escondida no meio de uma planície cheia de pedras. Mas é a que chama mais a atenção a quem passe por ela. Fizémos algo bonito hoje e isso não é indiferente, pode até mudar tudo!


É uma mudança suave, passos pequenos e simples, que toquem a profundidade do dom que é ser eu próprio. Rezo sempre descalço, porque é o momento em que decido caminhar em terreno sagrado, transformo o mundo, deixo-me ser transformado. Mudo por dentro e faço mudar por fora.

4 comentários:

Mlee disse...

Sou uma forte adepta da mudança, é o resultado da procura da novidade, do crescimento, da aprendizagem, do simples passar dos anos.
A mudança suave pode ser imensa porque longa, sedimentada.
Um exemplo que faz aqui todo o sentido: A minha reconciliação com a religião ao fim de cerca de vinte anos de afastamento, foi uma mudança assim compriiiiidaaaaaaaa :)
Quando, ao fim deste tempo todo, me confessei pela 1ª vez, fui recebida com um: "que boooom, demorou tempo a mudar, agora já não sai mais!".

"Rezo sempre descalço" - o contacto fisico com a caminhada espiritual ... interessante, um gesto simples e cheio de significado.

Beijinhos e até amanhã.

Rosa disse...

Mudanças, que por pequenas que sejam nos mudam, interiormente nos enchem de alegria...
Hoje particularmente sinto-me assim.
Ainda há pouco com os "meus" adolescentes em catequese fizemos algo que me deixou assim.
Fazia parte da caminhada Quaresmal,
teríamos que sair da sala e ir distribuir abraços pelas pessoas que fossemos encontrando pelo caminho.
Pensei que não o fossem aceitar, que achassem "uma cena fora de moda" no entanto foi fantástico, o entusiasmo e a seriedade com que o fizeram.
A sensação com que fiquei é que eram eles que desejavam esse abraço.
Hoje não fiquei na mesma.

António, tenha uma boa noite
Abraços

susana disse...

e como a minha vida está a passar por uma importante mudança agora, não sabes como foi bom chegar aqui e ver exactamente aquilo que penso e sinto. Hoje saí de casa ansiosa para o meu novo emprego, volto não menos descansada - porque a resposabilidade de cuidar dos outros é grande - mas mais feliz porque não sei ainda qual o tamanho do passo mas é certamente uma mudança que me vai moldar e ajudar-me a reaprender a vida. Gosto tanto de passar por aqui. De certa forma as tuas palavras tambem me preenchem os dias:) Obrigada. É bom ir desconstruindo a ideia que tinha de padres e aspirantes a padres. Um abraço forte.
su

Antonio Valerio, sj disse...

Obrigado! =)

Mlee, não sabia da tua aproximação... fico mesmo contente por ti, transpareces mto entusiasmo e isso faz-me mm bem, alimenta-me muito, a sério!

Su, estou contigo... também stresso um bocado com as mudanças, apesar de habitualmente ser calminho, mas sempre nos expomos a coisas novas, éuma parte de nós que se desenvolve e isso também é bom!

E quanto a desconstruir a ideia dos aspirantes a padres =) também somos pessoas normais. :) Gosto imenso da Vida e isso é o que temos em comum de mais importante... beijinho, é mm bom ter-te por aqui =)

 

Cidade Eterna © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates