04 janeiro 2009

Visitar



A nossa história pessoal faz-se de momentos, lugares, pessoas, episódios marcantes que hoje iluminam aquilo que somos. Até as próprias sombras podem ser o lugar de nos aproximarmos de nós mesmos. Em todas as dimensões da nossa história, há sempre dois protagonistas: eu e Deus. A minha memória, inteligência, liberdade, por um lado e, por outro, a maravilha, a companhia e o amor.

Muitas vezes temos tendência em ficar apenas pelos nossos passos, sem nos darmos conta do modo como fomos conduzidos. Também porque a acção de Deus na nossa história não é nada evidente e só nos damos conta dias, meses, ou anos depois.

De todos os modos, eu próprio continuo o mesmo e ao mesmo tempo sou diferente. Olhando para trás encontro-me feliz, ou magoado, realizado ou esquecido. É importante ir dialogando com as nossas diversas etapas, a uma nova luz, a de ser conduzido e amado, senão, ficaremos sempre por episódios acabados que não sabemos voltar a ler e a escrever hoje.

2 comentários:

Mithrain disse...

Mas apesar de tudo, às vezes é complicado aceitar o que já aconteceu e encontrar a razão para tal ter acontecido.

Obrigada por mais um maravilhoso texto!
Beijinho
Mariana

Cadu disse...

Vc escreveu algo muito certo: Muitas vezes só vemos como e o quanto Deus agiu em nossas vidas depois de semanas, meses, anos...

É feliz aquele que consegue perceber a ação de Deus na sua vida.

Parabéns pelo belo texto!

 

Cidade Eterna © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates