31 maio 2009

Crescer na alegria


Pergunto-me muitas vezes o que é que tenho para dar de mim ao mundo e aos outros. Os nossos planos de futuro são tantas vezes inspirados em modelos, de pessoas e realizações, de estados que até uma dia chegámos a perceber serem nossos. É bom ter planos concretos, para evitar que percamos o tempo a ter ideias geniais, quando depois percebemos que alguém já as pensou.

Porém, temos uma sede de orginalidade, uma espécie de genialidade insubstituível, que temos dificuldade em dar corpo. Por passarmos os nossos dias a fazer as coisas de sempre e vamos deixando que o tempo tome conta de nós e vamos cumprindo compromissos.

A nossa ideia de alegria terá de nascer de um bem-estar a partir do presente, que não é ausência de problemas e preocupações, mas um estar-bem no que agora somos e temos. Não podemos construir apenas em ideias, temos um terreno fértil ao quel não damos a importância devida. E devíamos dar toda a importância porque é certamente o melhor terreno que somos: a nossa alegria de hoje.

3 comentários:

Aprendiz de Viajante... disse...

Parabéns Valério... vou-te "lendo" com assiduidade... é ponto de encontro, é porto seguro! Obrigado por tudo o que vais escrevendo e partilhando, preocupações e pensamentos que comungamos e partilho!
Um abraço
Diogo Carneiro

Márcia disse...

Olá!

Muitas vezes penso que perco demasiado tempo a imaginar o meu futuro...acabando por não viver o presente.

E acabo tb por não viver plenamente aquilo que idealizo, pois quando aquele futuro chega a presente já existe outro futuro para planear! Um pouco confuso e frustrante... mas penso nisso várias vezes.

Tenho vindo a ler todas as tuas publicações, e vi tb o filme 'O fabuloso destino de Amélie Poulain'... E curiosamente hoje estou a ter um dia muito alegre, simplesmente por que estou a conseguir VIVER o presente dando valor aos pormenores!

Sinto que estou a crescer na alegria do presente.

E já tinha pensado nisto, hoje, antes de ler o teu post.

Humm… houve aqui telepatia!

Obrigada

Antonio Valerio, sj disse...

Olá Diogo, é mesmo bom também encontrar-te por aqui, obrigado! =)

Márcia! Então andamos os dois a pensar nas mesmas coisas, e acho que pensar nisto já é um principio de olharmos com outros olhos o que nos acontece dia-a-dia e aumenta a nossa qualidade. É bom ter esta alegria, não é? beijinho e obrigado!

 

Cidade Eterna © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates