17 dezembro 2009

Comprometer-me






Sugestão de RM

A sugestão vem ao encontro de uma preocupação minha, acerca do compromisso, mais explicitamente o compromisso temporário. O que significa um compromisso?
Compromisso, na sua raiz latina quer dizer: con-pro-missum, isto é lançar, enviar para a frente juntamente com alguém. Missum é também raiz de missão, enviado. Podemos dizer que um compromisso é qualquer coisa que se faz entre duas ou mais pessoas, ou entre uma pessoa e uma instituição, que diz respeito ao futuro e corresponde a um envio, a uma missão ou, mais concretamente, a uma pro-messa.

Um compromisso, por isso, deve implicar a própria pessoa, na medida em que é esperado algo das suas acções e atitudes no futuro. Ela aceita realizar determinada coisa e ser fiel a isso.

Num compromisso, estão em jogo a verdade de uma pessoa, a sua liberdade e o respeito que tem por aquilo que assume. É algo que pede coerência. Mas claro que existem muitos níveis de compromisso. Uma coisa é comprometer-se a ajudar uma vez por mês durante um ano numa instituição de solidariedade, ou comprometer-se a fazer bem um exame, outra é fazer votos religiosos ou querer casar. Aí temos uma primeira separação entre compromisso temporário e compromisso definitivo.

Há porém, alguns aspectos que não é possível fazer compromissos temporários: não é possível ser amigo ou estar apaixonado a prazo. Pelo menos, nas atitudes e desejos iniciais. Porque temos todos experiências de como há amizades e paixões que deixam de o ser, pelos mais variados motivos, mas ao início não seríamos verdadeiros se quiséssemos ser amigos por dois ou três anos. Não faz sentido.

Um compromisso temporário, na minha opinião tem a ver com aspectos que pedem de mim algo durante um tempo específico, mas que não causa dano quando terminar esse tempo. É uma questão de saber e sentir se esse compromisso faz parte de mim e implica outras pessoas de forma irreversível.

Agora, uma coisa que une quer o compromisso temporário, quer o compromisso definitivo, é que devo estar presente naquilo a que me comprometi. Por ser um compromisso temporário, não quer dizer que esteja presente só uma parte de mim, a mais eficaz ou a menos sensível. Em tudo podemos manifestar a nossa beleza e a nossa verdade e é uma pena que vivamos um compromisso como uma tarefa. Se eliminássemos da nossa vida a palavra tarefa e a substituíssemos por compromisso, mesmo que temporário, o nosso tempo oferecido a determinada causa teria uma outra qualidade. Em tudo ser mais, em tudo ser eu mesmo. É um grande desafio ao modo como vivemos cada coisa.


12 comentários:

Anónimo disse...

A explicação que dá sobre a origem da palavra compromisso "abre o leque" à profundidade que este conceito encerra.Acresce-lhe também o sentido de "presença", seja ele um compromisso temporário e/ou definitivo.
Ao terminar de ler o post recordei(estando nós a viver o Advento) o Sim de Maria: convicto, cúmplice, próximo, vivo e perene.

Se cada dia nos oferece um novo aprender e um novo viver, estejamos atentos à presença e profundidade com que vivemos os nossos compromissos.

Obrigada pela reflexão que disponibilizou!

Isabel

Lídia disse...

Olá

Gostei da reflexão e também chego à mesma conclusão, que a importância do compromisso não está no prazo de validade, mas na autenticidade de nós mesmos, o caracter íntimo e total que lhe imprimimos, a expressão que tem na nossa vida, - livre, desinteressada e alegre - supostamente deve ser assim...

A sua inspiração fortalece-nos em sabedoria! Obrigado
Lídia

Maria José disse...

Nesta época em que todos nós nos tornamos mais sensíveis, dediquemo-nos à reflexão sobre nossos compromissos com Ele, que ofereceu-se ao sacrifício por amor a nós.
Natal é um precioso momento de agradecer a benção de estar vivo!
Momento de agradecer por todas as nossas conquistas!
Momento de entendermos também os nossos fracassos!
Momento de compreender o poder que está dentro de nós!
Momento de sonharmos com o nosso futuro!
Que saibamos transformar tudo em uma boa experiência!
Que saibamos olhar o outro e o mundo com generosidade!
Agradeçamos pela vida, pelo que foi possível e pelo que não foi possível de ser realizado em 2009.
Agradeçamos pelos que estão perto de nós, com os quais compartilhamos a vida, o trabalho, a dor, a alegria, os blogs.
Abramos espaços em nossos corações e deixemos que o Menino Jesus faça dele a sua morada e realize em nossas vidas seu plano de amor.
Que você vibre com alegria em todos os momentos e que neles esteja sempre presente o Amor!
Feliz Natal e um 2010 recheado de alegrias.

JR disse...

Gostei do seu texto por vários motivos da reflexão ,mas o mais marcante foi algumas coincidencias que peguei com um momento que tive hoje ,onde pensei em algo muito semelhante ao escrito e sem entender de onde veio e porque me veio ,acabei por descobrir aqui.
Obrigada pelas respostas que me deu hoje, através de sua postagem.
Abraços fraternos

concha disse...

Olá!
Em tudo estar por inteiro.Isso faz toda a diferença para os outros e para nós.
Um abraço de gratidão

Amante da Contemplação. disse...

Que Deus é Este
Que está por Perto...

Que fez o Seu Projecto
No Deserto!


....É JESUS.


Pax Christi.

Carl@ Mesquita disse...

Amigo, Hoje o meu Dia vestiu-se de SIM... na arte, na linguagem, na cor e nos gestos... do compromisso e do desafio... na minha missão: tornar Pedras Vivas. No meu projecto e Grupo de trabalho... Deixei-me apenas SER... um ponto de Luz. Obrigada pelas tuas palavras e pela tua presença em mim.

Queria apenas contar-te... que sorri do interior.

Saudades tuas=)
Xiii-abraço

disse...

Oportuno este tema... Gostei da fotografia escolhida. Bom dia pati :)

António Valério,sj disse...

Olá! Obrigado pela visita e comentários! Estar por inteiro faz com que o mundo ganhe outra energia, mais transparente e autêntica. Não devemos estar sempre a controlar o que damos, apenas deixar ser. Bom Domingo ;)

Anónimo disse...

Obrigado por mais esta excelente reflexão. É para mim um prazer visitar este local e "ler" e "sentir" os seus textos. É uma grande ajuda para enfrentar o dia -a-dia! Muito Obrigado e tenha um Santo Natal.

RM

Leonor disse...

Gosto muito de olhar à origem etimológica das palavras e este "lançar, enviar para a frente juntamente com alguém", é simplesmente fabuloso!

:)

Caramela disse...

Sabe mesmo bem "ler-te"!
Eu pessoalmente gosto imenso de me compremeter. A meu ver a vida é um autentico compromisso, e gosto de estar comprometida, com o trabalho, com os amigos, gosto de setir que tenho pessoas, sitios que me esperam que precisam de mim!
Cada dia me sinto mais realizada em muitos aspectos. Acho que vamos crescendo e percebendo o que nos faz felizes e seguindo o caminho certo.
Saber por onde ir faz como tu dizes; um compromisso com qualidade!

 

Cidade Eterna © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates