26 outubro 2009

Essencial ou prioridade?



Uma das maiores dificuldades que podemos sentir no dia-a-dia é a gestão do nosso tempo. Parece sempre que não tivémos tempo para tudo, e que perdemos imenso tempo com coisas que não interessavam. Por vezes, podemos cair no risco de transformar algo muito importante que temos de fazer, seja a oração, seja uma actividade específica, num ponto a cumprir no calendário. E chamamos a isso prioridade.

Mas uma prioridade está ligada profundamente ao essencial. E o essencial não pode ser reduzido a um tempo ou algo a cumprir. É uma atitude de fundo. Vivo o essencial em tudo, e não só nas coisas importantes. É pouco se vivermos o essencial apenas em momentos privilegiados do dia. Se o essencial é o motor de todas as nossas acções, então é um dinamismo que atravessa o nosso dia.

As prioridades são mais exteriores, toques essenciais mais explícitos da acção. Na gestão do tempo é importante não deixar de os ter e procurar. A dificuldade está em tornar essencial aquilo que não é explícito. Mas aí é que se mostra a qualidade da nossa existência, se estamos todos em tudo.


4 comentários:

Carolina disse...

Que conscidência gira as tuas palavras de hoje. Hoje acordei a pensar que tenho uma semana dura pela frente, sem tempo absolutamente para nada, porque vou estar a dar o litro pelas minhas prioridades. E pelas missões mais bonitas que tenho. Confesso que me senti cansada só de pensar em tudo. Mas agora foi como parar (e tem sido dificil parar o pensamento) e tomar consciência que de facto o essencial é uma atitude de fundo! E a esta semana será uma graça mesmo gira!

Obrigada mais uma vez pelo tanto que me ensinas em tão pouco. Gostei imenso do post. :) Um enorme beijinho e uma optima semana.

Carolina disse...

Que conscidência gira as tuas palavras de hoje. Hoje acordei a pensar que tenho uma semana dura pela frente, sem tempo absolutamente para nada, porque vou estar a dar o litro pelas minhas prioridades. E pelas missões mais bonitas que tenho. Confesso que me senti cansada só de pensar em tudo. Mas agora foi como parar (e tem sido dificil parar o pensamento) e tomar consciência que de facto o essencial é uma atitude de fundo! E a esta semana será uma graça mesmo gira!

Obrigada mais uma vez pelo tanto que me ensinas em tão pouco. Gostei imenso do post. :) Um enorme beijinho e uma optima semana.

Carolina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
concha disse...

Segundo penso, a vida é para viver no essencial.Quando conseguimos estar por inteiro em tudo o que fazemos,mesmo nas tarefas mais insignificantes da vida, julgo que cumprimos verdadeiramente com o objectivo que nos trouxe aqui.
Um abraço

 

Cidade Eterna © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates