29 abril 2009

Crescer com alguém


Estou mais irregular na escrita, estes dias, por causa da canonização de S. Nuno, que trouxe a Roma muitos portugueses e, por isso, estive a acompanhar alguns amigos que vieram cá. Foi uma cerimónia muito bonita, e ouvir falar português pelas ruas é sempre uma experiência original!

O facto de ter estado com algumas pessoas e, sobretudo, a experiência de recordar momentos e tornar presente amizades, fez-me cair na conta de algo tão importante, que é pena que não me lembre disso mais vezes.

Creio ser praticamente impossível fazer uma lista completa das pessoas que fomos tocando nas nossas vidas. Talvez porque o bem que fazemos, por vezes não nos damos conta disso. Um abraço ou uma certa palavra num determinado momento da Vida de alguém pode ser uma experiência muito libertadora. Mas aqueles com quem vamos construindo uma relação, vamo-nos apercebendo, com o passar do tempo, que vamos ficando pessoas diferentes.

Não só porque cada dia acrescenta coisas novas, mas porque eu cresci com algumas pessoas e algumas pessoas cresceram comigo. E, por ser exactamente com essa pessoa, sou diferente e mais completo de um modo que não seria se fosse uma outra pessoa. Isso é uma responsabilidade e um dom. Deveríamos perguntar-nos qual a qualidade daquilo que damos e fazemos pelos outros, como alguém fica melhor, e brilha mais, por nossa causa.

1 comentários:

Mlee disse...

Somos seres relacionais por natureza e as nossas vidas tocam-se todos os dias, às vezes de forma quase imperceptível mas se calhar marcante.
A correria destes tempos nem sempre nos permite o melhor dessa interacção mas o mote do texto é tentar mudar isso de uma forma consciente, uma extensão da dedicação pascal ao longo do ano e isso é um desafio que começando pela consciência do objectivo, pode dar frutos.

Beijinhos e bom fim-de-semana para ti.

 

Cidade Eterna © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates