03 janeiro 2008

Na distância


Olho no mais alto de mim para ver o fim de todas as coisas. No cimo de uma nuvem que me transporta nas memórias feitas desde os tempos antigos, em que eu era palavra e desejo.

E construi-me em pétalas de mal-me-quer, escolhidas por um quase-acaso com uma resposta de sim e de entrega. Fiquei sozinho entre o caminho e o horizonte. Mais presente que nunca na minha verdade. Não desisti de fazer de cada dia uma casa completa, cheia de flores e cores bonitas.

No momento do silêncio chego ao mais alto de mim mesmo. Soa a felicidade, um oco eterno cheio de música, um tapete de cores que voa até ao outro lado do mar.

Se apenas por um momento ouvisse aquela voz que me faz falta, tudo seria dourado, o mundo seria sempre o meu sol. E espero enquanto não a escuto...

3 comentários:

Anónimo disse...

Sicily really inspired you! Beautiful! Thank you! Good Retreat! Pray for you! G.

Anónimo disse...

Se apenas por um momento ouvisse aquela voz que me faz falta...

Papoila Sonhadora disse...

Sublime esta mensagem,
Saudaçoes,
Sandra

 

Cidade Eterna © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates