17 maio 2010

A nova Missão!


Chegou a altura de ser conhecida a minha missão, quando, em Julho próximo regressar a Portugal, depois de ter terminado os meus estudos aqui em Roma.

Para quem não conhece bem os procedimentos da designação de uma missão para um jesuíta, passo a explicar. A missão é dada pelo superior Provincial, superior dos jesuítas em Portugal, depois de um tempo de discernimento, em que o jesuíta é consultado sobre aquilo que sente que poderá ser o campo onde vê que poderá dar maiores frutos. É um dado importante no discernimento, mas não o decisivo. Por detrás de uma decisão está a disponibilidade de quem se oferece para o que for preciso segundo o voto de obediência. Assim sendo, a última decisão cabe ao provincial, que escolhe um jesuíta para fazer determinado trabalho, de acordo com as necessidades que a Companhia de Jesus tem nesse momento. Depois deste tempo, foi-me então comunicada a minha missão, que acolhi com imensa alegria!

Regresso à cidade de Braga, onde estudei por quatro anos Filosofia e Humanidades e irei viver na mesma comunidade em que estive, a Comunidade Pedro Arrupe, com os jovens jesuítas que estudam Filosofia. E irei dividir o meu apostolado em dois campos:

Vou começar a trabalhar no Apostolado da Oração, que é uma obra levada pela Companhia de Jesus e que tem uma grande tradição em muitas paróquias e grupos espalhados pelo país. Para além da editorial e da publicação de várias revistas, o Apostolado da Oração tem como principal missão o dar instrumentos a todos aqueles que queiram aprofundar a sua relação com Deus, através da oração, e de crescer no seu compromisso com a Igreja. A minha presença nesta obra será a de colaborar com aquilo que já se faz e ir descobrindo e aprofundando novos modos de comunicar a experiência de Deus às pessoas, mais novas e menos novas, que o desejam. Nesta linha, o Apostolado da Oração lançou esta Quaresma o Passo-a-rezar, um verdadeiro sucesso no modo de usar as novas tecnologias para proporcionar momentos de oração.

A outra parte da minha missão é ser Director do CAB (Centro Académico de Braga), um dos quatro centros universitários que os jesuítas têm em Portugal. Este centro é um lugar que acolhe os universitários que queiram vir, e que propõe de uma série de actividades, adaptadas ao mundo universitário. Estas actividades ajudam a crescer e viver a fé de forma mais esclarecida e ter também uma visão do mundo e da sociedade que leve a um compromisso maior e segundo os valores cristãos. Serei ajudado por alguns companheiros jesuítas e um grupo de universitários. As actividades vão desde grupos de reflexão, oração e partilha, a voluntariado, peregrinações, viagens, debates, etc. Sobretudo, o que mais toca os universitários é a experiência de partilhar a mesma fé, que ajude a orientar o rumo da própria vida, para além dos profundos laços de amizade que se criam.

Para aprofundar, deixo aqui alguns links que ajudam a perceber melhor onde estarei nos próximos tempos! Peço desde já as vossas orações, para que consiga levar com generosidade esta missão e partilho a minha alegria! ;)

Apostolado da oração: http://www.apostoladodaoracao.pt/
Centro Académico de Braga: http://www.cab.com.pt/

11 comentários:

Anónimo disse...

A simplicidade que transparece da sua escrita;
A partilha que oferece a quem o visita, de uma vocação;
Os conceitos que clarifica de um modo concreto e prático;

Traduzem uma personalidade que "tocará" quem consigo se cruzar (lendo, orando e colaborando)

Votos sinceros de um trabalho edificante!

Obrigada
Isabel

Rosa disse...

E só podemos ficar felizes por si, António.
É o final de uma etapa "inacabada"
que imaginamos e acreditamos vai dar muitos "frutos" porque, com Ele tudo podemos fazer.

Rezo pelo bom êxito da sua missão...

Abraços de amizade (meus e do sr. Helder)

António Valério,sj disse...

Muito obrigado pelas palavras de incentivo e sobretudo pela oração! Agora é tempo de terminar os estudo e depois dedicar-me a pôr a render os seus frutos! Com amizade
Antonio

concha disse...

Com o dom de falar de Deus de um modo simples e claro que permite ir sempre um pouco mais além na nossa interioridade,confesso sinceramente que "invejo" quem vai poder beber mais do que pensa e diz, porque mais próximo.
Nas minhas orações,escassas mas que quando acontecem me permitem um verdadeiro encontro com Ele,será mais um que entrego nas Suas mãos pela responsbilidade do que lhe é confiado e por si próprio.
Um abraço na Paz

Aprendiz de Viajante... disse...

VIVA VIVA... estou mesmo contente! Agora que ando pelo CAB todas as semanas... mais ainda! Será mt mt mt mt bem acolhido!

Abraço

disse...

Que bom, Pe Valério! Mais pertinho dos seus:)

Vinte e cinco anos depois de ter deixado a Idanha continuo ligada a essa terra. Tempos abençoados os que lá vivi! Vocês cresceram e tornaram-se homens e mulheres com letra grande. Demasiado depressa. Mas não há volta a dar! Com o relógio não se brinca:)

Muitas felicidades. Pulso firme, Sr Director! Estou a brincar...

Conte com a minha oração.
Bjinho

Missé, sj disse...

Aguardo-te por cá Valério. Abraço.

finalistas disse...

Olá.

Fico feliz pela tua nova missão. Espero poder visitar-te para o ano.

Abraço e pode ser qie nos vejamos em breve por Roma.

João Alves

Ana Martins disse...

Mas vai continuar a partilhar os seus textos? Essa sua forma simples mas profunda de falar de Deus, ajuda tanto...

Muitas felicidades e obrigada! :)

Ana

António Valério,sj disse...

Querida Ana!
Sim, espero continuar, quando estiver já metido na nova missão vejo também em que moldes posso fazê-lo. É uma coisa que gosto muito!
Um beijinho e fica feliz*

mar_tranquilo@hotmail.com disse...

Olá António Valério! Fico muito contente por o saber feliz com a Missão que o Padre Provincial lhe confiou. Peço a Deus que o ajude a desempenhar com perseverança e alegria esses novos desafios. Nem sempre lhe escrevo mas foi com muita Fé e Comunhão que estive, com os demais elementos da minha comunidade nos seus votos em Fátima. Recordo com gratidão ter-me sido dada a vivência de o acompanhar na que talvez tenha sido uma das suas primeiras Visitas Pascais, ainda antes de ser Padre.
Peço-lhe que reze também por nós, em especial pelo Padre Malvar! Como sabe, a Companhia propõe-se retirar-se desta Comunidade após a decisão do Padre Manel oferecer-se para Moçambique. Andamos muito desolados pois os últimos tempos têm sido muito difíceis... Sentimos que o Padre Manel não teve da Companhia a ajuda que merecia e, decididamente Santo André não foi valorado como deveria.Assim, esgotado e sem ajuda, o Padre Manel prefere, ao que entendemos que, a Comunidade seja entregue à Diocese (Bispo) que terá de a assumir! Enfim, vimos homens brilhantes passar por aqui que nos deram o seu melhor mas, connosco também aprenderam...Infelizmente, nem o Padre Amadeu, o Araújo ou qualquer um dos outros terá sido ouvido...Este ano nem sequer para aqui enviaram jesuítas no tempo forte da Quaresma. De nada adiantou termos pedido ao Provincial, à um ano atrás ajuda! Qual elefante em fim de vida, o nosso Padre Manel prefere retirar-se para um lugar distante, onde por lá fique com as suas últimas forças... Com o Padre Domingos a precisar de muita ajuda, (que aqui colocaram sem qualquer caridade), resta-nos apenas esperar a machadada final!
Que Deus o poupe a si destas alhadas na vida!
Um grande e terno abraço,
Carla Nascimento

 

Cidade Eterna © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates