14 junho 2007

...


A experiência mais radical do Amor tem duas margens:

A Verdade, que me leva à Coerência

A Liberdade, que me leva à Paz.


É isto, não é? Talvez devesse repetir isto várias vezes ao dia... =)

6 comentários:

DiogoCarneiro disse...

Cada dia que passa mais reencontro o Valério que me despedi à dois anos!!! Mesmo bonito!!!
Abraço!

Anónimo disse...

e bonita, também esta imagem. A das tuas palavras e a da fotografia, leia-se.

Paulo de Tarso disse...

Daí q o amor seja rejeitado em tantos ambientes... e se insistes em ser verdadeiro e livre és rejeitado com ele!
Ciao fratelino! Parli già bene l'italiano? :-) Tanti auguri

Antonio Valerio, sj disse...

Olá! Sim, a verdade tem sempre um preço, e as vezes o respeito e o medo faz-nos ser insinceros. Se for autentico amor rejeitado, é pq tb não seria construtivo, pelo menos para já... alguma semente fica... e essa não nos pertence! Abbraccio =)

Di disse...

Sim, concordo. Especialmente com o amor liberdade que me leva à paz e que me permite mesmo longe estar sempre perto, porque não prendendo o amor este torna-se mais belo, mais verdadeiro. Fica sempre com mais espaço para crescer. sempre tão bonito e profundo tó... sempre a aprender contigo=)
Beijinho de arco-íris e xi apertado

J disse...

António,

Também vou repetir isso várias vezes ao dia.

Um grande beijinho em Cristo

 

Cidade Eterna © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates