17 fevereiro 2010

Quaresma



Começa hoje um tempo litúrgico importante de preparação da Páscoa, que é a Quaresma. Normalmente, associamos a quaresma à tristeza, ao sofrimento, ao jejum, à cor roxa, mas com isto, podemos correr o risco de deixar passar ao lado outros aspectos também importantes.

A Quaresma tem-me feito pensar na necessidade ou utilidade de conceitos do género: auto-domínio, sobriedade, renúncia. São palavras fortes, para quem já vê todos os dias que a vida é demasiado séria e que é preciso descomprimir de vez em quando. Insistir em austeridades simplesmente não apetece muito.

O que aqui está em jogo não é uma questão exterior, do sacrifício pelo sacrifício, do ser sério só porque não se pode rir. Aliás, isso não tem nada de cristão. O que é importante é cair na conta que precisamos de ter alguma força e estrutura interior, para não sermos pessoas "moles", que não decidem nem fazem nada de importante e se deixam andar ao sabor da maré.

Por isso, a Quaresma abre-nos a uma nova perspectiva: de sabermos aquilo que queremos, de nos darmos conta que não vale a pena gastar energias em coisas que não nos aumentam como pessoas. Saber dizer que não, é também dizer que sim a algo mais importante. É este o sentido profundo que podemos pôr em prática na quaresma, viver mais do essencial, viver de forma mais simples. E assim, quando vivemos conscientes do que somos e do que queremos ser, estamos satisfeitos, e estamos mais abertos aos outros. Deixámos de ser complicados. 



PS: Com o início da Quaresma, a Companhia de Jesus e o Apostolado da Oração (a minha provável futura missão ;)) lançou uma página www.passo-a-rezar.net onde se pode descarregar em formato mp3 um ficheiro para 10 minutos de oração diária. Aconselho vivamente, para poder rezar em todo o lado, com boas propostas e que ajudam a um momento de paragem e encontro com Deus. É uma iniciativa que me traz uma imensa alegria! No lado esquerdo pus uma imagem que leva directamente ao site. Bom proveito e Boa Quaresma!


6 comentários:

Lídia disse...

Desejo que neste tempo de Quaresma sejamos serenos, de coração aberto, na medida em que, saibamos perder para ganhar!!!

Quaresma em crecimento ao sabor da radicalidade de Jesus.

Tentarei viver assim... alegre, na presença de Cristo redentor...

Beijinhos
Lídia

erute disse...

Obrigada por mais esta partilha!
Peço autorização para colocar parte dela no meu blog - e ainda antes de ter a autorização irei colocá-la.

Já ouvi a oração do dia de hoje e está muito boa. Tal como hoje, colocá-la-ei no mp3 que ligo ao rádio do carro e na viagem irei ouvir... Obrigada pela dedicação que quem faz aquele trabalho.

Isabel Mota disse...

Olá António
Que bom ter-te de volta e logo hoje, quarta-feira de cinzas. Desejo-te uma boa quaresma. Já levei para o meu blog a ideia de rezar em qualquer lugar, durante este período, quando achamos sempre que não temos tempo!
Um grande abraço meu amigo. Que bom voltar a ler-te.
Isabel Mota

Anónimo disse...

Olá

Mais uma leitora assídua que se alegra por ter voltado.

As palavras que partilha, ajudam-me a ver o mundo de forma diferente e a minha relação com Deus com mais verdade e proximidade.

Obrigada

Rosa disse...

Olá António
De regresso à "Cidade Eterna"!
Acabei de chegar da celebração das cinzas, um inicio de caminho (40 dias) que nos levará até ao "grande" Dia.
E durante os quais, precisamos que não nos falte a coragem para uma mudança "interior"
Coragem para para "não sermos pessoas moles"...
Ao ler o post anterior, fiz-me a pergunta, se seria capaz de viver no silêncio e no isolamento como esse irmão monge, fiquei com dúvidas.
Estamos demasiado "agarrados" aos bens, habituados ao barulho...
Talvez porque temos medo de nos encontrar connosco e com Deus.
Não "deixamos de ser complicados"


Já agora, dizer que achei a ideia, passo a passo rezar..fantástica.
E pelo que me é dado constatar a adesão está a ser um êxito, ainda há pouco o site estava em baixo por excesso de visitas.
Bom sinal...

António, tenha uma noite abençoada.
Abraços.

António Valério,sj disse...

Bom dia e obrigado pelas mensagens de bom regresso! Também sentia falta de escrever aqui.

Rute, fez bem em colocar no seu blog, fico lisonjeado ;)

Rosa, apesar de a vocação contemplativa ser fascinante para mim, também não me vejo assim. É bonito ver na Igreja esta diversidade de carismas e enriquecemo-nos mutuamente.

Fico contente que o passo a rezar esteja a ser um sucesso. Bloquear por excesso de visitas não é muito prático, mas é bom sinal =)Faz parte dos lançamentos ;)

 

Cidade Eterna © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates