16 novembro 2010

Estar


Os ritmos sucedem-se demasiado rapidamente. Sente-se uma nostalgia própria de dias de sol, frios e sem nuvens. Com cores e cheiros de campo. Ritmos marcados pelo som dos sinos de uma torre distante. Passei por várias paisagens dos últimos tempos sem encontrar verdadeiramente um lugar onde pudesse descansar.

O que queremos e aquilo que fazemos por vezes não coincide. É estranho quando deixamos que isto se torne normal e acabamos por passar rapidamente em muitos lugares sem poder parar em nenhum deles. E pergunto-me: será apenas falta de tempo? Não será antes falta de desejo de estar sem pensar demasiado em compromissos mais ou menos impostos?

Há algo grandioso no meio de tudo isto. Chega um dia em que nos damos conta que vivemos mergulhados em contínuas oportunidades de ter nas mãos a força daquilo que nos acontece. A diferença entre o estar e o estar bem passa muito por sermos mais ou menos aquilo que nos acontece. Ser mais... e depois o resto irá acontecendo. Não te preocupes...

3 comentários:

Sinais no Mundo... disse...

Passei por aqui...deixo-vos a Paz e o Amor de Cristo!

Convido-vos a conhecer Chiara Luce e o seu Sim Incondicional a Deus...

Anónimo disse...

descansar... parar e pensar... com filhos pequenos torna-se ainda mais complicado... mas estamos a esforçar-nos por isso aplicando a ideia que nos deu na sexta...
bjs
Maria Ana

Lídia disse...

Se tudo aquilo que queremos coincidisse com o que temos...seria uma tremenda chatice a nossa vida... a inquietude leva-nos a melhorar, a reflectir, a ser mais e quem sabe se não leva a acontecer!!

Beijinho
Lídia

 

Cidade Eterna © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates